terça-feira, março 17, 2015

Blablababbling

Eu tô me sentindo meio deprimida em relação ao emagrecimento. Meio de março! Nenhuma mudança! Eu não sei exatamente onde estou errando, mas, definitivamente, estou.

De fevereiro pra cá, tenho tentado todo tipo de approach. Tentei contar calorias, tentei comer saudável, tentei cortar besteiras, tentei não me pesar frequentemente, tentei suco verde detox, tentei só viver, tentei respirar emagrecimento... alguma coisa tá errada  tudo isso costumava funcionar! E isso tá me assombrando. Pra enumerar os fantasmas, tem o medo gigante desse ano ser em vão, às vezes rola o medo de engordar tudo de novo (logo descarto esse pensamento, pra não virar algo maior, mas não nego que cruza minha mente) e tem o medo de eu ter parado de emagrecer, simplesmente, porque acabei de emagrecer. Pronto, é esse meu corpo final, com 120kgs. Sei que não é. Mas é tanta coisa na cabeça... acho que fico procurando uma resposta, não encontro, então fico dando voltas, tentando, de novo, encontrar alguma coisa. Às vezes parece que só a Dukan é a solução. E como eu odeio ter feito a Dukan. Pego ela pra ser a encarregada da culpa. De lá pra cá, meu corpo não quis mais emagrecer. Eu odeio ter feito a Dukan. E eu odeio sentir que só tem essa opção pra emagrecer. Odeio pensar que faria, emagreceria e depois engordaria tudo de novo, pois se trata de uma dieta restritiva.

Eu não sei mais o que fazer. Mas continuo pensando no que poderia.

Caminhar... sim. Poderia caminhar. Mas... não... quero. Tô me sentindo... stuck, impedida. Quero tanto a porra da academia e dependo de dois médicos pra me liberar, sendo o primeiro só em abril! Médico que eu tô marcando desde os primeiros dias de JANEIRO! Esse médico vai pedir exames. Até marcar os exames, até sair o resultado dos exames, até conseguir data pra voltar na primeira médica, que vai dar o atestado... sinceramente! Sinto que só vou conseguir academia em junho. E agora já tô pensando que isso, só com sorte.

Sei dos meus excessos, mas sei também do conjunto da obra. Tenho me alimentando bem, na maioria do tempo. Acho que fico puta da vida que meus deslizes estão me impedindo de emagrecer, quando, antes, não impediam assim. Talvez esteja insatisfeita em ter que mudar, começar de novo, ou sei lá. Me sinto tão confusa, chateada, frustrada, chorosa. Só queria voltar pro tempo bom em que eu emagrecia.

Talvez eu dê uma carga muito forte de significado pra cada encerramento e começo de ano. Talvez seja isso. Eu estou dando força pra 2015 ser um fracasso, porque o ciclo 2014 fechou, acabou. Talvez eu só precise querer mais. Às vezes tenho medo de tudo ser um grande mimimi da minha parte; temo que, se me esforçar, consiga. Vai ver meu maior medo é que eu POSSA mudar, que só dependa de mim, e que EU tenha feito todo esse período de três meses de nada. EU. Culpa MINHA. Talvez seja isso. Talvez não queira ser responsável pela minha infelicidade e estagnação.

O novo approach (que não deve durar muito ou nem acontecer) é deslogar do instagram fit cheio de gente bem sucedida, seja já com seus objetivos alcançados ou lutando, e me concentrar só em mim, na MINHA história. Nas MINHAS dificuldades, na MINHA superação, nas coisas que EU aprendi. Damn, parece que meus 35kgs a menos não valem de nada! Sabe? Eu não dou a menor importância pra eles! E por que? Por que? Eu deveria! São trinta e cinco quilos a menos, NÃO recuperados! Tá, trinta e quatro, UM recuperado. Por que eu não valorizo isso? Porque eu não valorizo MINHA história? Por que a MINHA história não é suficiente pra eu me inspirar?

Quero chorar.

16 comentários:

  1. Gosto do título :)
    Eu seei que é frustrante, uma pessoa pensa logo que agora mudou tudo, alguma coisa se estragou (acho que já disse isso algures), que de repente já não somos fortes ou espertos ou bons a fazer alguma coisa... Mas tens de dar tempo ao tempo :) podes ter a certeza de que se comeres como deves vais acabar por emagrecer. De qualquer das maneiras não há pressas... O corpo não funciona como se quer, mas é fisicamente impossível não conseguir perder peso. Não vale a pena vitimizares-te ou achares que és uma situação diferente ou perdida...
    Não dramatizes com a Dukan, sem ela seria tudo igual. Acaba por ser fácil agarrar essas coisas. Um dia eu bebi café e correu-me mal um exame, então agora nunca bebo café quando tenho coisas importantes para fazer. Mas sei que é idiota... Acaba por se associar o efeito a uma causa qualquer, quando não é necessariamente assim. Muitas vezes me apercebo, em situações perfeitamente regulares, que se tivesse feito algo fora do costume ia atribuir X acontecimento a isso, quando não seria justo.
    Mais vale esperares, é pela tua saúde :) nisto tens taanto tempo ;) estiveste muito mais SEM emagrecer...
    O sistema de saúde é frustrante em qualquer lado :P mas pronto, há quem nem tenha!
    Abril, não é muito tempo! Quase lá ;) o que é 1 mês?...
    Não sei o que é, isso só tu sabes. Mas não é «injustiça da Natureza», és tu, o teu corpo, que por acaso até te mantém viva ;)
    Se calhar tu é que estás a dramatizar... Até eu sei que consegues. Se fosse em 2014 se calhar continuavas, mas agora como é novo ano achas que o sucesso ficou lá, no passado, meio trancado. Não penses assim, não vale a pena :)
    Se é o melhor para ti fá-lo, ou pelo menos experimenta. Os outros acabam por inspirar uma espécie de comparação competitiva, o que é bom se se souber lidar com isso. Pode não ser. Mas acontece no dia-a-dia também, não só nas redes sociais... Estamos sempre a comparar-nos uns aos outros, é irremediável.
    Realmente, 35kg é imenso! Eu sabia, mas dito assim nesse parágrafo apercebi-me de que realmente lhes dás tão pouca importância que quase passam despercebidos. 35kg é IMENSO. Mesmo muito. Mais do que a maioria seria capaz de emagrecer. E também por isso é um longo percurso...
    Acho que não preferias ter 35kg a mais e emagrecer mais facilmente... a dificuldade pode ir aumentando, mas tu consegues ;) há sempre estagnações a dada altura, mas elas passam. O exercício realmente pode ajudar, mas só tu sabes :)
    Beijinhos! E espero que esta fase passe. Há-de ;)
    (Eu fico sempre com a ideia de que «falo» imenso e é só um monte de filosofia idealista, motivação barata ou assim :P desculpa, mas é muito difícil dizer alguma coisa de realmente «adequado» ou útil... Pronto, estou sempre a dizer o mesmo :P)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosta? :) Demorei uns segundos pra achar na ponta da língua a palavra que queria. Babbling.

      É, infelizmente o corpo não funciona como se quer. Ia ser tão bom se funcionasse... :( Ativar, emagrecer! Mas não.

      Achei engraçado, mas não tanto, você me dizendo que estou me vitimizando e fazendo drama. Hahaha. Você tem razão, e eu sei, e não é bom de ouvir (ler) e poucos teriam coragem de falar. Hahaha. Você é o máximo.

      Quanto a dukan, SIM! É o lance do teu café! É a mesmíssima coisa, e eu também sei. Mas... né? Entende?

      Só reclamo do abril, porque tá marcado desde fevereiro. É pressa demais, sabe? De tentar algo novo pra ver se vai!

      Vou me concentrar na saúde. Tenho exames por vir e estou até ansiosa pra ver como anda a saúde. Bom que estou viva, sim. E, nãaao! Não gostaria de estar 35kgs mais gorda! Você vê sempre o lado bom das coisas ou tá só me ajudando? Hahaha

      E, sim. Eu tenho mesmo a culpa do pensamento destrutivo de achar que o sucesso ficou lá em 2014. Eu já sabia, até escrevi, mas foi muito bom te ler!

      Você fala "imenso" sim, mas sempre ajuda, de alguma forma! Não se preocupe! Hahaha Beijo!

      Excluir
    2. TINHA ESCRITO UM COMENTÁRIO E A PÁGINA FOI REDIRECCIONADA. Odeio tanto isto.
      (Agora a escrever em bloco de notas e copiar a cada frase por segurança...)
      Basicamente:
      Oh, não era isso que eu queria dizer! Não desvalorizo os teus problemas, porque realmente os tens e podem ser difíceis. Não acho que estejas a fazer um alarido de auto-comiseração desproporcional nem nada do género, de todo. Só acho que, se um problema é mau, tudo o que a auto-agressão psicológica faz é piorá-lo, mais nada. A situação pode ser desagradável, mas o «over-analysing» piora, e quando se trata de dramatizar (que lá no fundo somos todos meio gregos) somos todos assim. Todos temos pensamentos negativos, claro, mas há que tentar evitar (easier said than done, como sempre). Claro que depois, se há uma situação desagradável na vida, vamos todos fugir à relativização e achar-nos uns infelizes, o que pode ser justificado mas acaba por ser só inútil e chato (ou até pode ser motivador, mas é raro). Resumindo: eu não queria criticar o teu desabafo nem nada, acho que é legítimo, só dizer que às vezes «dwelling» nas coisas (desculpa, não me lembro de nenhuma expressão tão boa) não ajuda nada, só piora. Como na Dukan, que te ficou na cabeça e custa a desacreditar. A mim também, o café :P haha
      (Sim, eu percebo perfeitamente :P)
      Pois, tu e o 2014 :P já tinha lido por aqui, até várias menções (acho). Desculpa a cópia :P comentei por mencionares no post :P acho que tu és muito consicente e reflexiva relativamente a tu própria :)
      Beijinhos :)

      Excluir
    3. Sempre, SEMPRE, s-e-m-p-r-e escrevo no bloco de notas. Já tive muito comentário engolido pelo blogger. Ô raiva.

      E não se preocupe, eu entendo e entendi tudo que tu me disse ^^ Não levei a mal. E você tem razão! Beijoca <3

      Excluir
  2. Chora, chora tudo, faz bem. Depois limpa essas lagrimas, assoa o nariz e vai caminhar, andar, arrumar casa, sempre a mexer, faz lista e come só aquilo que planeaste. Se a tua vontade é emagrecer, tem que ser assim, muita disciplina e coragem :)) Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô precisando mesmo disso. Dos dois. Disciplina e coragem. Obrigada, Aninha. Beijo!

      Excluir
  3. Olá, Companheira!
    Me senti assim quando engordei um pouquinho ao final das férias... Consegui eliminar, mas parei aí - sem lucro.
    Agora quero diminiur dois kg para margem de segurança e não tá acontecendo. Marasmo paralítico, apesar de leve.

    Quanto à academia, aqui há aulas de hidroginástica sem necessidade de exames - marcou / começou.

    Continue escrevendo, e mude bastante o cardápio, embora dentro da reeducação, pode gerar um ânimo maior.

    Boa sorte a nós todas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que você me deu uma ideia? Vou ver se a hidro daqui pede exames.

      Eu li! Que bom que conseguistes eliminar o excesso. Chato mesmo é ter que insistir em descer mais, né?

      Muito obrigada! Sorte a nós!

      Excluir
  4. Folha o que posso dizer é que compartilho muito desses fatos, uma vez li que quando estamos em processo de mudança, de transformação os questionamentos se empilham como se você algo colecionável, mas isso não é ruim, é difícil mas não é ruim, pelo menos quando nos incomodam a ponta de não nos enganar, encarar de frente, chorar, ajoelhar, rever, questionar as questões de nossos questionamentos, fazer o confuso virar simples. Faz um tempo que resolvi aceitar as questões e tentar entender ao invés de só interpretar como se fosse tudo mil maravilhas. Outro dia me perguntaram o por que de emagrecer e apenas respondi sobre as coisas que estão sobre a luz, mas sabendo que na escuridão estão os motivos que nos fazem necessitar buscar a cura para esta doença, sendo urgente a reação. Não pare de questionar, mas também não se compare aos exemplos teoricamente bem sucedidos, assuma as suas dificuldades e faça o que já está fazendo, questione-as. Isto que falo não é indicação ou palpite é apenas o que venho tentando fazer por questões parecidas com as suas. Sou mais uma folha nesse emaranhado de galhos que é nossas vidas. Estou contigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 Muito obrigada, amigo! Muito bom ler palavras tão sábias. Sucesso pra gente!

      Excluir
  5. poxa folha, também estou nessa, e eu não sei mesmo o que fazer, o medo de jogar esse ano fora está maior a cada dia que passa, a semana passa voando e o peso simplesmente se mantém... não sei mais o que fazer, nem post, nem vídeo nem nada me anima, estou apavorada, vou esperar essa fase passar tentando simplesmente não comer as paredes de casa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu... eu. Me sinto exatamente com esse medo. Também espero tentando não comer as paredes...

      Um beijo, minha amiga.

      Excluir
  6. Eu ando na mesma ultimamente viu. num desanimo. Mas não tem jeito querida. Até por questão de saúde. É comer com qualidade, em qualidade suficiente e te que queimar calorias... então caminhar. Por mais que seja chato por mais que doa, se não ajudar o organismo a funcionar ele não trabalha. Espero que a sua bad passe logo... Se inspire em você, em cada dia vencido em favor de sua saúde. Mesmo que seja difícil, faça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero, viu! Muito obrigada pela força, Andreia! Te desejo o mesmo. Tomara que passe logo :*

      Excluir
  7. Olha, com Dukan ou sem Dukan chega uma hora que o corpo luta contra o emagrecimento. Não é só a Dukan que vai te emagrecer. É a tua atitude perante o todo, sabe? Tipo, eu estou fazendo a Dukan e há semanas em que tenho resultados excelentes e semanas em que o resultado é uma merda, mesmo não saindo da dieta. É nosso corpo lutando contra. Aí é a hora da gente insistir e apertar o cerco.

    Acho que a maior dificuldade é o emocional mesmo. Ele que emperra, empaca a gente. Pq com ele abalado não há energia nem ânimo pra seguir em frente. Seja qual for o "approach" que vc decida fazer, dê tempo a ele para funcionar. Eu percebo no meu corpo que o organismo precisa se adaptar a isso. Quando mudamos muito de um lado pro outro, de uma abordagem para outra, o corpo fica doidinho.

    Tu vais conseguir ir muito além, só precisa pôr a cabeça em ordem, pesar tudo friamente. Eu sou suspeita para falar sobre a Dukan, pois não só a faço como a estudo constantemente. Depois dela você engorda sim, se mantiver os mesmos hábitos. Mas se seguir as fases direitinho e fizer uma mudança de hábitos e tornar a vida mais saudável não engorda não. Depois de qualquer dieta isso acontece. Dieta não é milagre. Nós é que somos.

    Não se cobre tanto, respire fundo e faça o que você SABE fazer gata. Você conhece o caminho das pedras. E sim, ele incomoda e é chato. Mas só até você entrar no ritmo. Depois só vei!

    Beijo querida, fique bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é. Depende muito da nossa atitude em relação as coisas, né? Sei que você é Dukanete, não é pra ofender. É só bom ter algo em que botar a culpa.

      Muito obrigada por essa mensagem. Me ajudou muito.

      Beijoca, Denny <3

      Excluir

Receba os novos posts por e-mail!