quinta-feira, fevereiro 05, 2015

Choramingos

(...)

O que um 2014 inteirinho teve de bom, em relação a emagrecimento, em 2015 não teve ainda. Tá massante. Tá sofrido.

Já estamos em fevereiro e as coisas não andam, o peso não diminui! Não vou dizer que a dieta/alimentação tá cem por cento, porque não tá. Mas as escorregadas, os desvios... nossa, já cometi muito mais e continuei emagrecendo. Será porque avançou um ano e tô biologicamente mais velha? Será que já tá mais difícil pra emagrecer?

Pra completar, sinto que em breve serei diagnosticada com uma doença que sempre imaginei ter  e que dificulta o processo de emagrecimento. Veremos.

Sabe o que é? Não tem mais graça! Já passou um ano inteiro, já vi que é possível emagrecer, já emagreci, já aprendi a comer bem, já resisti a tentações... não tem nada novo! Parece que acabou o ano e... sei lá. Parece que ficou tudo lá em 2014 e, pra te contar, isso tá me dando um medo danado! Imagina: 2014 foi o ano que emagreci, 2015 foi o ano que recuperei tudo. Não. Por favor, não.

Eu tô cansada.

Não tem graça fazer tudo, ou a maioria das coisas, certinho e não perder peso. Não tem graça. Falta tão pouco, por exemplo, pra completar 40 quilos perdidos. 5 quilinhos... Me parece a eternidade!

Dia 12 tem médico. Esse médico vai me encaminhar pra um monte de médico e mais um monte de exame pra, sabe-se lá quando, me autorizar a começar na academia.

A vontade de escrever vai desaparecendo; no lugar, um misto de desânimo e vergonha... eu sei lá. Só vim escrever porque, quando as coisas tão feias pro meu emagrecimento, e venho escrever aqui, elas costumam mudar. Parecem querer me desmentir. Por exemplo, no dia seguinte do último post, voltei aos 119kgs! Hoje amanheci com 121... tá foda!

Não tem mais graça.

E vocês sabem, né? Frustração dá vontade de...? Isso mesmo, COMER!

18 comentários:

  1. ohhh queridona, não fica assim não, é normal o corpo fazer isso, você já conseguiu tanto, tenho certeza que vai mais longe nisso, ir ao médico é bom, eu por exemplo sei que tenho pressão alta e sei que é por causa da gordura , isso me motiva a emagrecer porque eu não quero morrer, se eu não tivesse ido ao médico talvez nem estaria aqui hoje, cuide-se, e logo logo esse corpo teimoso cede. Beijokasss, e apareça mais vezes, adoro teus textos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, saúde meio que dá um choque de realidade na gente, né? Obrigada pelas palavras, Pam, de verdade. Um beijo.

      Excluir
  2. Faz pouco tempo que te acompanho, mas não queria ver você desistindo de vez. Frustrações é uma coisa complicada e muito particular para eu dizer para você fazer isso ou aquilo, como disse em meu post, sempre terá alguém para te cobrar algo que teoricamente você teria obrigação de ter, mas sabemos que não é assim, os monstros que temos são particulares demais para ter receita ou formulas para mandá-los passear. O que posso dizer para você sobre o que faço quando estou em situação parecida é me permitir dar um tempo e depois voltar. Acho que já disse isso, mas veja a melhor forma para continuar, mesmo que diminua o ritmo.
    Continue comendo folhas e aquele brocolis delicioso.
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohh, Atilio! Me colocou um sorriso no rosto. Obrigada pela força! :*

      Excluir
  3. Querida Folha, espero que não seja confirmada nenhuma doença e, vá lá! Continuar a lutar pelos teus objetivos! Tu já provaste que consegues. Continua com força e determinação. Beijinhos :)

    ResponderExcluir
  4. Desconta essa frustração na caminhada, vendo gente, vendo paisagens. Sai de casa, sai de perto da comida. Nada melhor do que novos ares para novas inspirações!

    Boa sorte pra você, e calma, 2015 vai te trazer alegrias! Acredite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas dicas, Andreia! Vou tentar!

      Beijo, boa sorte pra você também, querida :) <3

      Excluir
  5. Das coisas que aprendi com titio Dukan - e senti na pele: cada vez que paramos a dieta/ RA, nosso corpo fica mais resistente à perda de peso. E geralmente é preciso mudar algo pra voltar a funcionar. Da primeira vez que fiz a Dukan, perdi mais peso que agora, no recomeço. Desanima sim, e sim, desânimo dá vontade de comer, pq é assim que a gente resolve as coisas. Então acho que tu precisa modificar alguma coisa pra esse ponteiro descer, pra poder continuar motivada. Eu me permiti desmotivar e 2014 foi o ano em que recuperei DEZESSETE dos kgs perdidos. Evite cometer este mesmo erro, pq retomar é dose. Respira fundo, deixa a alimentação zerinho, que teu corpo vai responder.

    Bjoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, viu. Cada vez mais difícil, cada vez mais relutante à perda de peso. Vou sempre me lembrar do teu exemplo. Muito obrigada pelo apoio, mesmo. Me faz bem.

      Beijo ♥

      Excluir
  6. O resumo da minha vida em um post! hahaha

    Cara, como é difícil seguir na mesma toada esse lance de emagrecimento, né? Maldito metabolismo que sente que tá tudo indo muito bem e de repente resolve estagnar. :/

    Todo mundo já deve ter te falado isso, é clichê, mas é o que tem para ser dito neste momento: CONTINUE E NÃO DESISTA.;)

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NEM fala. Isso é tão chato, mas tão chato, que, tem horas, dá vontade de jogar tudo pro alto.

      Vou continuando, né... fazer o que?

      Beijo, Rô!

      Excluir
  7. Não penses assim... normalmente tende-se a ficar agarrado ao passado, a pensar que agora há alguma coisa que está mal, que se estragou, que não volta, uma qualquer catástrofe injusta que alterou o funcionamento das ocisas para pior... Mas tu consegues! Não é por a Terra dar mais uma volta ao Sol que vais deixar de emagrecer, nem faz sentido... Por muito que tente pensar que já não dá mais, que agora é diferente, dá à mesma. As leis são as mesmas, tu consegues emagrecer... Não por escrever no blog, não porque estamos no ano X, porque tu consegues! No fim do ano ainda emagrecias, não é por 1 mês ou 2 a mais que deixas de o fazer... Pode ser frustrante e deprimente, mas asseguro-te de que se tentares sem desistir consegues! Só tens de te manter firme, de acreditar - porque estar a tentar sem acreditar no resultado, esperar resignadament pela confirmação da sina de não conseguir emagrecer... Não motiva nem ajuda.
    Quanto à doença, essas coisas não se evitam, mas contornam-se. Não sei de que falas, mas não te vai impedir de continuar ;) pelo menos assim sabes o que se passa contigo... Eu preferia. Saber como funciona o teu corpo, o que tem... Até ajuda. Se não fores diagnosticada e tiveres à mesma não é melhor (a velha questão do saber ou não...). Antes uma doença que interfira com o teu peso do que uma que seja mais perigosa!
    Nãão, não engordas nada tudo! Então? Não penses assim :( pode ser uma visão assustadora, mas isso tudo depende de ti, o que torna as coisas bastante mais fáceis (embora possa não parecer).
    A sério, eu consigo imaginar o quanto te chateia não emagrecer mesmo fazendo tudo direito, mas não é fisicamente possível não conseguires emagrecer. Provavelmente. Às vezes pode acontecer isso, já ouvi algumas pessoas a dizer que atingiram uma fase em que não conseguiam emagrecer mais,etc. Mas também já li sobre quem superou essa fase. É como a história do «muro» na Maratona (maiúscula e tudo!)... provavelmente é uma fase horrível, mas também é ultrapassável. Numa corrida longa custa não desistir, mas se conseguires persistir vais ver que compensa :) o teu eu do futuro até te vai agradecer por teres continuado. Pensa em ti no peso que queres! Não vale a pena?... :D
    Se nada mais, pelo menos continua pela tua saúde. A minha avó estava chateada por não estar a conseguir emagrecer mais, mas foi ao médico e estava com a «tensão de uma jovem» (já teve problemas), longe de ter diabetes (quando já esteve perto e está na família) e bons níveis de colesterol. Eu não estou a dizer isto para me gabar da minha avó fit ( ;) ), só para te dizer que há coisas para além do peso em que a tua alimentação se reflecte. Não a encares como uma obrigação, nutrir o tu corpo da maneira certa é bom (e pode saber bem também)!
    Talvez se tentares mudar a rotina?... Os hábitos. Para romper o usual, mudar um bocado... Mesmo que sem cortes drásticos. Eu acho que o exercício até te podia ajudar ;) mas claro, tens de seguir os conselhos médicos. Deve ser uma boa «arma» para tentar retomar (não recomeçar, repara bem) a perda de peso! Já que não costumas fazer...
    Espero que essa técnica de escrever no blog resulte. Mas se resultar não te esqueças de que o mérito é teu, não do blog :P
    A tendência é essa, mas espero que consigas não cair nesse ciclo. Desculpa se o meu comentário tem um monte de clichés e tentativas de motivação... :/ mas desejo sinceramente que consigas voltar em força para a perda de peso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão, Avelã. Pra que tentar, esperando não conseguir, não é mesmo? Vou rever minha cabeça.

      ...E terminei de ler rindo. Como muitas vezes acontece! Obrigada pela força de sempre, querida Avelã! ^^ Beijocas.

      Excluir
  8. Eu sei bem o que é isso. Mas sabe o que é melhor, já passamos por essa fase e sabemos como é ruim botar tudo a perder. E cansa mesmo, a graça perde-se quando subimos na balança depois de ter feito tudinho como "se deve" e não ver resultados....ou o resultados que queremos?? Não desanima não, ninguém nos deu um prazo, vamos devagar e sempre! Fico na torcida que n]ão haverá nada de irregular com vc, depois conta como foi no médico Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não tem prazo" :) Vou ficar com isso na cabeça, Sil! <3 E conto sim! Beijão!

      Excluir
  9. Olá, Companheira!
    A aprendizagem sobre alimentação é um campo tão vasto... e nos abre a cabeça para manter a reeducação alimentar.
    Neste valseado a gente vai seguindo e procurando não errar tanto. Quando começar na academia receberá novos ânimos!

    Beijão

    ResponderExcluir

Receba os novos posts por e-mail!