quarta-feira, outubro 29, 2014

Dois meses pro final do ano!

Eu não vou dizer que não estou emagrecendo. Estou.

Posso estar emagrecendo mais lentamente. Ou não. Mas estou emagrecendo. Finalmente, cheguei nos 125kg! O danado do 125, de onde as mais imensas de gorda partiram. Sonhei com esse número secretamente por um tempo. Agora que estou aqui, tirei um pouco de sua importância. Só eu sendo quem sou.

Recentemente, descobri que duas amigas minhas emagreceram. Uma amiga mesmo, mas não mora no estado e outra, de mais perto, já não tão amiga assim. Lembrei das várias vezes que essa segunda esteve aqui em casa, sonhando comigo sobre ser magra. Lembro da gente puxando as gorduras pra frente do corpo, visualizando sobre o ombro, no espelho, uma cintura "fininha" nas costas. Ela tá consideravelmente magra. Deve ter se esforçado também, pois sempre foi gorda. A primeira citada, a amiga-amiga, conseguiu perder 1/3 do que eu perdi e tá toda feliz. Fiquei feliz por ela, também. Batemos um papo sobre alimentação, dieta, rotina de gordo querendo ser ex-gordo, etc. Foi legal. Só que, desde então, tenho me pego numa fissuração louca, em seu sentido não tão figurado assim, de emagrecer. "Ah, porque ela não come nem macarrão..."; "Sua amiga já perdeu 10 quilos!"  Os pensamentos de culpa e auto-acusação começaram a ir e vir. Foi aí que entendi a feiura da minha cabeça: travei uma disputa inexistente contra os quilos perdidos da minha amiga. O que não faz o menor sentido! Primeiro, porque estou perdendo peso há quase um ano. Sou veterana nisso. Segundo, porque já perdi o triplo dela. Alou, eu, você está "na frente"! Mais absurdo do que travar uma batalha de um guerreiro só, ainda me faço sentir mal, MESMO estando "ganhando". Eu me envergonho de mim quando tenho pensamentos assim. Sou tão evoluída e bem resolvida numas coisas, pra me deixar vencer por meus próprios pensamentos tolos. Eu teria mais vergonha ainda se minha amiga caísse de paraquedas aqui e lesse essas besteiras.

(Sobre a amiga-não-tão-mais, divaguei sozinha sobre seu método de emagrecimento: se era saudável, se estava tomando remédios, se tinha parado de comer, se estava se entupindo de nitritos e nitratos e ainda assim estava magra. Em tempo, outro pensamento: "Poxa, eu achei que EU ia ser a emagrecida do antigo grupo. Já não sou mais o destaque". Eu tenho um problema de egocentrismo/estrelismo intenso. Culpo o signo. Mas tento melhorar. Gosto de explanar meus pensamentos pra que vocês não achem que sou um doce de gordinha. Não sou. Sou uma má pessoa em muitas situações.)

Essa obsessão não pode fazer bem. Ainda mais se te deixar ansiosa e propensa a atacar doces.

Semana passada, fiz um propósito comigo mesma de tentar reduzir o açúcar a uma refeição por dia. Excluindo molho de tomate e essas coisas. O açúcar puro, em questão, viria de refeições doces mesmo, até das mais saudáveis, como panqueca de cacau (adaptei uma receita de panqueca americana... vocês não tem ideia da gostosura!). O açúcar que venho usando é o light, metade açúcar, metade adoçante. (...) Fico desconfortável com o adoçante, mas vivo me afundando e voltando de um dos meus eternos dilemas: saudável ou magro? Sempre tendo a preferir o saudável e, nessa, já passei pelo cristal, demerara, mascavo... Mas como o nome diz: dilema.

Pois, então. Mesmo antes da minha amiga aparecer, eu tinha decidido que fecharia 2014 tendo eliminado 35 quilos. Pensei que 40 seria possível, mas sei bem dos meus escorregões. E, como pra isso, teria que perder 12 quilos, optei por uma metinha mais pé no chão. No dia de hoje, ainda não virei os 30 quilos exatamente. Mas tá quase lá. Se for contar pelo meu peso matutino e em jejum — conto assim, desde que comprei uma balança, hoje complelo -29,900kg. Sabe, EU SEI que poderia ter ido muito melhor nessa. Eu ainda como tanta besteira... Não é que não tenho jeito: eu tenho, acredito nisso. Mas eu tenho sido safada-sem-vergonha o bastante pra me permitir seguindo em rédeas frouxas. E, pra mim, nesse momento, desde que eu continue perdendo, estou ganhando.

Sei que preciso quero fechar mais a boca nesses próximos dois meses. Ainda me restam 6 quilos pra meta estabelecida. Nesse caso, fecho o ano pesando 119kg (Já tô aqui pensando que poderia fechar em 115...). Só então, vem os bichos-papões... festas de natal e ano novo! Não... nada disso. Não sei como vou me comportar, mas sei que pretendo o melhor possível. E desde uns meses atrás, já sei que o pudim da ceia vai ser um mais light que vi lá no blog da Denny.

Sinto falta do instagram. Olhar uma timeline motivada o dia todo meio que ajuda. Estou sem celular e poderia olhar pelo computador, sim, mas não é a mesma coisa. E eu gosto de sofrer, então... (...)

Resultado dessa loucura bagunçada e constante: com roupas mais largas e atualizando a barrinha de progresso aqui embaixo! :')

13 comentários:

  1. Olá, Companheira!
    Então você está servindo de exemplo bom para as amigas? Adorei! Esta competiçãozinha quase daudável é que dá o tempero para nossa perseverança.
    Nosso id freudiano também gosta de estar presente de vez em quando - normalíssimo.
    Estou feliz com a sua redução, e com tanto sol e calor noturno, pequeniques saudáveis para o fim de ano devem estar em moda.
    Ah, quando corro e há algum conhecido na pista, meu desempenho é maior - me exibir, sabe? Qualquer semelhança é mera coincidência.

    Até breve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, elas não sabiam que eu tinha emagrecido. Nem eu sabia delas.

      Eu não gosto do calor, viu? Fujo muito! haha

      Eu ri do final, viu? Por que somos bobos assim, né? :') <3

      Excluir
  2. Gata, ada um tem seu ritmo. E seu ritmo tem sido muito bom! Você já perdeu bastante peso e se der a segurada planeada, vai alcançar a meta sim. Acredito em ti! E adorei saber do pudim da ceia, hehehehe...

    Eu também vivo no dilema saudável x magro. Um dia supero!

    Beijooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu quero é ser logo magra pra poder optar por comer só o saudável. :( Esse dilema me mata.

      Obrigada pelo incentivo, Denny. E não vejo a hora da ceia pra testar tua receita de pudim! xD (E de outras gostosuras também!)

      Beijo ;*

      Excluir
  3. oi eu tava com saudade, li todo o teu blog inclusive srsrs.
    Ninguém é só mau ou só bom, somos seres complexos e sim, todos temos nossos egoismos, eu por exemplo não fui encontrar uns amigos que vieram de longe pq sabia que eles iam bater foto e postar nas redes sociais, puro egoismo.Mas a vida segue assim, com maldades e bondades, E parabéns pela eliminação, vai conseguir alcançar teu objetivo.

    Beijos
    http://quaseveganiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MENINA! Eu já fiz isso também :| Não só pelas fotos, mas pelas próprias pessoas. Não queria que me vissem assim, gorda, e inventava as desculpas mais esfarrapadas possíveis. :/

      Fico tão feliz de saber que leu tudo :'D haha <3 Beijo, Pam!

      Excluir
  4. Amiga vc fala, "onde as masi imessas gorda sairam!!
    Dai eu olho sua bariinha de peso lá embaixop e vejo, o tamanho do caminho percorrido, o tamanho da sua conquista!!
    Vc arrasou, vc chegou no esperado, e agora faz um novo esperado, e chega nele tbm!!
    Parabéns menina!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana Paula! <3 Um caminho longo até aqui e ainda longo pra frente.

      Excluir
  5. Antes de mais nada, peço desculpas pelo tipo de comentário que nós blogueiras odiamos, mas vim aqui avisar que meu blog está ativo novamente e se quiser me dar a honra de sua visita agradeço, estou retornando aos poucos a blogsfera e adoraria ter sua amizade. Mais uma vez desculpo-me por este tipo de comentário.

    *´¨)
    ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` ** Um grande abraço!

    http://segundaeucomecooficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Folha, mesmo sabendo que cada um tem um ritmo, que SEU ritmo está ótimo, que vc é humana e escorrega as vezes, auto acusação é um porre. Enquanto se ve sozinha no barco tá indo, mas qdo vc ve outras pessoas remando, dá uma cutucada na ferida, isso é absolutamente normal, é instintivo e não...não, vc não é malvada, nada disso. É até saudável e quer saber, te admiro mais ainda por expor seus pensamentos. Pra mim ganhou pontos ♥♥♥

    Puxa que puxa, 30 kilos off já!!!!! Super PARABÉNS eu sei que vc vai alcançar sua meta no final deste ano ou em 2015, o importante é não desistir de voce! não se entregue jamais!

    Estou mesmo muito feliz, e vai assim que está dando certo!!!

    Beijos, será que um dia nos dará a honra de uma foto? kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Sil! <3

      Final de 2015, estamos aí! :D
      Foto será um problema... hahahaha

      Beijos

      Excluir
  7. Estás a emagrecer e muito! Na tua vida toda não são mais uns meses para atingir o teu objetivo que vão mudar muito. Esses meses até podem ser a diferença entre manter depois o peso ou não.
    Estás a ver como evoluíste? Já não «sonhas» com ser magra, lutas por isso!
    Eu percebo essa pressão, essa comparação constante. Sinto as pessoas a congratular-se quando alguém come «porcarias» à frente delas, como se fossem melhorar a sua própria saúde... Toda a gente se compara um bocado com os outros, acho que é inevitável. Não é só no comer «saudável» ou menos... Esta comparação prejudica tanto! Mesmo no instagram fica-se um bocado confuso... Há gente de todos os tipos e tamanhos, e mil dietas diferentes. Parece uma competição para escolher a dieta mais rígida e que é melhor... Não podemos bater toda a gente e os corpos são diferentes, toda a gente sabe isso, mas mesmo assim há uma competitividade estranha!
    Acho que estares atrás ou à frente não interessa... O problema não seria estar atrás, acho que o melhor é tentar ser firme naquilo que se escolhe e não ser demasiado influenciável.
    Continuas a ser a «emagrecida» do grupo, não há só uma vaga! ;)
    Em que é que comias açúcar (não naturalmente presente)? Não estou a imaginar nada senão panquecas :P
    Acho que mesmo o açúcar mascavado não é a coisa mais saudável do mundo, não é assim tão melhor. Adoçante também não gosto muito :P
    Saudável e magro são características compatíveis :)
    Conta 30kg, não faz diferença :P haha
    Que coincidência, a minha avó pesou-se hoje. Começou a tentar emagrecer com cerca de 110kg, hoje de manhã pesava 90,0kg (coincidência porque o que ela queria era sair dos 90!). Eu disse-lhe para tirar as meias e o pijama, mas ela não quis :P
    Podias ter ido melhor, podias ter ido pior! Não te culpes :) estás no caminho certo, há progresso e estás cada vez melhor - não é bom? Já perdeste tanto peso!
    As metas ajudam, mas não exageres, ainda acaba por fazer pior :P tenta acabar o ano a fazer o teu melhor e a sentir-te bem contigo própria!
    Parabéns - pelas roupas e pela barrinha de progresso! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Avelã, o sonho agora é luta, é realidade.

      Você tem razão sobre a competitividade. Parece que não há limites. É verdade, não há só uma vaga pra ser a emagrecida do grupo. Obrigada por isso.

      Olha, já nem me lembro mais, mas acredito que panquecas, sim! hahaha

      Você está certa. O progresso está é contínuo. Isso, por si só, já me deixa muito feliz.

      Obrigada, Avelã. :')

      Excluir

Receba os novos posts por e-mail!